Português (pt-PT)English (United Kingdom)

16.2 Despedida de um velho amigo e admirador. Em memória do humanista Amadeu Torres

Raul Miguel Rosado Fernandes
Faculdade de Letras de Lisboa
Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar

Abstract
Era de silhueta franzina, com óculos de sábio, tanto mais que só os punha para ler, poeta por vezes com o pseudónimo de Castro Gil, e na vida científica e sacerdotal, chamava-se Amadeu Torres.
Nunca abandonou essa sua paixão, até entregar-se a outra, ao estudo da Gramática, da Retórica e da língua Latina em geral, que bem manejava, deixando-nos a todos uma lembrança de saber, de muita erudição, e de uma dedicação intensa pelo Renascimento, pelo seu país, e por todos os seres humanos que o tinham estudado e povoado e não só no século XV.
Mas ainda na época em que estava bem vivo e actuante entre nós, era um exemplo acabado da Charitas Christiana, que nada tem a ver com a “caridadezinha”, mas muito mais, isso sim, com o Amor ao Próximo, e do miles Christianus, por ser um homem de fé inquebrantável. Era um caso excepcional de fé cristã e de saber.


Voltar

logo FACFILucp


FFCS Faculdade de Filosofia e Ciencias Sociais

UCP Universidade Católica Portuguesa

CEFH logo

CEFHCentro de
Estudos Filosóficos e
Humanísticos